Iniciar sessão de utilizador

Registe a sua empresa para permitir aos seus colaboradores de partilharem carros!

Os portugueses são os mais interessados na boleia

A atual crise em Portugal também ajuda: poupar dinheiro pode não ser a única razão que leva os portugueses a partilhar cada vez mais os seus carros mas é logicamente a principal... e isso faz com que 43% dos portugueses estejam interessados na boleia segundo um recente estudo da Cetelem.

No entanto, o mesmo estudo revela que só 6 % das pessoas em Portugal pratica a boleia: acreditamos que uma das principais causas tenha sido a falta de uma plataforma eficiente que permite procurar e encontrar facilmente / rapidamente os possíveis parceiros de deslocação (e por isso mesmo nasceu o Boleia.net!) quando estes não são já conhecidos (amigos ou familiares): afinal partilhar um carro também permite conhecer novas pessoas e ajudar o meio-ambiente ajudando a retirar carros das estradas mas aproveitando melhor o espaço deles :)

Pessoas que viajam juntos, a boleia

Agradecemos aos nossos utilizadores que partilham o site com os seus amigos pois eles têm sido o principal factor de crescimento do portal para podermos chegar ao obectivo de ter tantos anúncios de condutores como de passageiros... e assim facilitar cada vez mais as possibilidades de boleias!

Fonte: http://www.noticiasaominuto.com/pais/46645/portugueses-s%C3%A3o-os-que-mais-querem-partilhar-o-carro

 

Categoria(s): 
Deixar o meu comentário

O Boleia.net ajuda o meio ambiente (também), portanto não hesite...

Entrar ou Registar-se já gratuitamente!

A newsletter do Boleia.net

Siga os novos artigos de blogue

Perguntas frequentes

Testemunhos

  • ferramenta
    Nuno Barbosa
    Head of IT Engagement da Nokia Portugal

    "A área em Alfragide é propícia ao carpooling e vários colegas demonstraram o seu interesse em poder partilhar carro para o trabalho."

  • ferramenta
    Marco P.
    Colaborador da Nokia Portugal

    "Seria impossível fazer esta deslocação sozinho todos os dias. O valor poupado deverá rondar os 260 euros / mês."


    Veja a entrevista completa do Marco.