10 dicas para ajudar passageiros a encontrar lugares livres dos condutores

Dicas para passageiros encontrarem condutoresMuito similarmente as dicas dadas aos condutores, são várias os conselhos que temos para os passageiros em busca de um lugar num carro e de uma deslocação mais económica e simpática. Caso tenham qualquer dúvida, cá estamos para ajudar ;-)

 

  • Anunciar a sua deslocação com a maior antecedência possível: assim que souber que vai se deslocar, crie o seu anúncio para ele poder estar disponível nos resultados de pesquisa e assim permitir a condutores de entrar em contacto consigo para combinar a boleia assim que possível.
  • Não se esquecer de criar um anúncio para a sua deslocação de volta (caso tenha e já conhece a data de volta obviamente!) : os condutores pesquisam no portal por trajetos e não por "trajetos de ida e volta". Por isso, é preferível que a sua deslocação de volta também possa ser encontrada nos resultados de pesquisa do portal por condutores que pesquisam somente por este trajeto... (Indicar nos comentários dos anúncios quando pretende voltar pode também ser uma ajuda mas não vai colocar o seu anúncio de volta nos resultados de pesquisa!)
  • Encontrar condutores ao utilizar o motor de pesquisa: na plataforma Boleia.net, os condutores anunciam (as vezes no dia próprio...) as suas deslocações para poderem ser contactados! (Vê-los por exemplo nos anúncios de boleias "Lisboa - Porto")
  • Contactar vários condutores que lhe podem dar boleia: para aumentar as probabilidades de encontrar um, aconselhamos que entre em contato com vários que tenham deslocações "compatíveis" para obter a confirmação no que toca a disponibilidade, detalhes sobre a deslocação, etc.
  • Colocar o seu número de telemóvel no seu perfil: agora pode indicar o seu número de telefone no seu perfil de maneira a que ele seja automaticamente apresentado a quem o contatar e assim combinar a boleia mais rapidamente, sobretudo nos "last minutes". (O número só é apresentado a membros registados que lhe enviem pelo menos uma mensagem.)
  • Responder assim que possível as ofertas de boleias dos condutores: quem oferece boleia está geralmente em contato com vários passageiros que têm trajetos / horários compatíveis para obter confirmações e combinar a partilha do trajeto de modo a partilhar mais os custos... por isso convém não demorar a responder sob pena de a pessoa não ter finalmente nenhum lugar livre!
  • Partilhar os seus anúncios nas redes sociais: os seus amigos / familiares que poderão ver o anúncio da sua deslocação no Facebook (por exemplo) poderão, sem que já o saiba, estar entre os condutores disponíveis para levá-lo ou poderão ter um amigo que o possa levar! (Bónus: é uma forma de promover o projecto Boleia.net e assim de termos cada vez mais condutores e passageiros a partilhar carro no nosso país!)
  • Deslocações "casa - trabalho": o serviço Empresas à Boleia foi criado especificamente para ajudar os colaboradores a encontrar alguém com quem partilhar carro para o trabalho, principalmente ao fornecer uma rede de pessoas verificadas, anúncios privados que só são apresentados lá, a possibilidade de filtrar os resultados de pesquisa até 100 metros de distâncias dos pontos de partida / chegada e outras funcionalidades. A adesão da entidade até é gratuita se tiver menos do que 50 colaboradores!

 

E não se esqueça que continuamos sempre disponíveis para ajudar as partilhas de carros, custos e sorrisos!

 

Deixar o meu comentário

O Boleia.net ajuda o meio ambiente (também), portanto não hesite...

Entrar ou Registar-se já gratuitamente!

A newsletter do Boleia.net

Siga os novos artigos de blogue

Perguntas frequentes

Testemunhos

  • ferramenta
    Nuno Barbosa
    Head of IT Engagement da Nokia Portugal

    "A área em Alfragide é propícia ao carpooling e vários colegas demonstraram o seu interesse em poder partilhar carro para o trabalho."

  • ferramenta
    Marco P.
    Colaborador da Nokia Portugal

    "Seria impossível fazer esta deslocação sozinho todos os dias. O valor poupado deverá rondar os 260 euros / mês."


    Veja a entrevista completa do Marco.